Comportamento

Comportamento do Cão

via Bayer Pet

Os cães são amigos de estimação maravilhosos e merecem todos os cuidados. Para que possamos ter uma convivência saudável com eles é importante conhecermos algumas questões comportamentais.

Todos os cães domésticos, Canis familiaris, descendem do lobo que vive em matilha. A matilha é uma unidade social que tem uma organização, que tem regras sociais baseadas principalmente na hierarquia, ou seja, no líder ou dominante, e nos submissos. O líder, que é chamado de líder alfa, também pode ser um casal alfa; estes resolvem as divergências com sua autoridade para que haja mais harmonia na matilha.

Cada vez mais os cães são considerados membros da família. Para o cão, a família humana será a sua “matilha” e nela ele procurará encontrar um líder, ou um dominante. Assim, o melhor é que o proprietário faça o papel de “dominante”, uma vez que é ele quem deve orientar o comportamento do animal dentro da família, impondo os limites. O cão terá em seu dono a imagem de “líder da matilha”.

O comportamento do cão pode ser estudado sob diversos aspectos. Para conhecer melhor seu amigo, destacamos algumas classes do comportamento canino:

Comportamento social

  • O Período Neonatal vai desde o nascimento até a abertura dos olhos. Nesse período o comportamento resume-se a mamar e dormir.
  • O Período de Transição começa com a abertura dos ouvidos e o filhote começando a perceber os ruídos.
  • O Período de Socialização inicia-se após o período de transição, com três semanas de idade, e termina com aproximadamente 12 semanas. É uma fase muito importante, pois o filhote começará a interagir com o que há ao seu redor, ou seja, com pessoas, com outros animais e com objetos.
  • O quarto, e último período, é o Período Juvenil, que vai de 12 semanas de vida até a maturidade sexual.
  • A “terceira idade” é um capítulo especial do cão geriátrico, uma vez que, nessa fase da vida, o cão é mais vulnerável a todo o tipo de stress, por isso também merece todo amparo e compreensão.

Comportamento comunicativo

Os cães comunicam-se de duas formas: verbal e não verbal. A comunicação verbal, ou comunicação vocal, corresponde a uma diversidade de sons, como latidos, gemidos, grunhidos, uivos, silvos, rosnados, choros, entre outros. O latido se inicia entre a 2ª e a 4ª semana de vida, dependendo da raça. A comunicação não verbal corresponde às posturas e os movimentos do cão.

Comportamento alimentar

Inicia-se com o recém-nascido ingerindo leite. Com 4 semanas de vida os filhotes começam a ingerir alimentos semissólidos. Os cães desenvolverão preferências, utilizando-se do olfato e do sentido da gustação, dependendo do que lhes seja oferecido durante o seu desenvolvimento. O proprietário deve aconselhar-se com o Médico Veterinário sobre a alimentação mais adequada e deve estar atento a quaisquer distúrbios gastrointestinais e do crescimento.

Para entendermos melhor o cão, além das classes de comportamento citadas acima, devemos também conhecer as particularidades de seu comportamento sexual, comportamento de eliminação, comportamento de locomoção, de agressão e o higiênico.

A convivência com o cão nem sempre é isenta de dificuldades, às vezes está sujeita a desentendimentos. Os distúrbios de comportamento vão de agressividade com os próprios donos, ao ato de pular nas visitas, passando por componentes de ansiedade e medo.

O proprietário disposto a exercer a posse responsável, a dedicar amor e carinho ao seu animal de estimação, deve procurar informar-se sobre as necessidades dele. O filhote, ao ganhar um lar, deve aprender desde pequeno a ter limites e cabe ao dono ensiná-lo corretamente.

Desejando orientações sobre o comportamento de seu animal de estimação, procure o apoio de um profissional especializado.

Conheça um pouco mais sobre adestramento canino.

Algumas curiosidades sobre os cães:

  • Os cães lambem a água e a língua enrolada para trás funciona como uma concha para levar água à boca.
  • Quando o cão fica ofegante, o faz para amenizar o calor e equilibrar a temperatura corporal.
  • Em geral os machos pesam cerca de 10% mais que as fêmeas da mesma raça.
  • O cão nasce com os olhos e ouvidos selados fisicamente.
  • Os cães da raça Basenji, de origem africana, são os únicos que não latem e gostam de subir em lugares altos, como os gatos.
  • Os cães da raça Greyhound, conhecidos cães de corrida, podem atingir a velocidade de 70 km por hora.
  • O cão foi uma das primeiras espécies de animais a serem domesticadas.

FONTE: Bayer Pet | https://www.bayerpet.com.br/

Postado por: Portal Canino

Related posts

COMUNICAÇÃO CANINA: CONFIRA O SIGNIFICADO DE 7 COMPORTAMENTOS DO SEU CÃO

admin

‘Olhar pidão’ dos cães evoluiu para que eles pudessem se comunicar com os donos

admin

Estresse de humanos contagia os cães, afirma estudo

Erika Nakamura

Leave a Comment